Vicentinos Carismáticos

Vicentinos Carismáticos

     Vivíamos felizes na Sociedade São Vicente de Paulo e realizando tudo o que nos pedia a Regra Vicentina, tínhamos uma boa convivência com todos, liderávamos  muitas atividades, éramos membros de muita atividade. O Conselho Particular, depois Central, durante muitos anos, alternadamente, tinham como presidentes José Fontoura Assunção e Romeu Rossignolli. Todos nós queríamos uma sociedade são Vicente mais dinâmica, mais orante e com mais jovens. Nas nossas reuniões e retiros sempre falávamos em ter um local próprio, em retiros mais participativos, em divulgação dos trabalhos para atrair jovens, em novas formas de trabalhos. Era um sonho de todos viver uma vida mais intensa de oração, buscar a vida de santidade com mais afinco, aprender mais sobre a Bíblia e sobre a igreja e sua doutrina.

     O Romeu e o Fontoura eram abertos a novas iniciativas e vicentinos experientes, muitos outros membros da diretoria eram conservadores. Muitas das vezes, atrás do conservadorismo e do cumprimento da regra vicentina vinham as omissões, além de esbarrar em decisões administrativas envolvendo patrimônio e parte financeira. O conservadorismo causava inércia, a parte administrativa impedia trabalhos novos e o patrimônio era defendido a ferro e fogo. Era estranho, pois São Vicente de Paulo dizia que para atender aos pobres poderia até se vender o cálice usado na missa. E  Frederico Ozanan foi inteligente demais – um gênio – jamais sonhou com uma sociedade são Vicente apática, fria e fechada para novas iniciativas. Mas mesmo assim, éramos felizes e caminhávamos com esperança. Um belo dia chegou as minhas mãos uma fita de vídeo do Padre Jonas, com seis horas de duração, sobre a nova era. Passei a noite  inteira assistindo e fiquei maravilhado com as palestras e com o padre. Abriu-se uma nova visão e descobri que estávamos na batalha há muito tempo. Nos nossos retiros rezávamos em línguas, tínhamos palestras sobre carismas, mas ainda éramos tíbios. Tínhamos sido batizados no Espírito Santo, mas ficou encoberto, pois vivíamos em um ambiente cristão fechado para as manifestações espirituais, em decorrência do conservadorismo e da estrita observância da regra vicentina.COMPREENDEMOS ENTÃO O QUE ERA VIVER SOB A LEI E SOB A GRAÇA. ACENDEU-SE UM FOGO NOVO, DIFERENTE, QUE NOS MOVIA PARA ONDE NUNCA PENSAMOS.E, como o Espírito sopra onde quer, fomos soprados para frente. As palavras da Bíblia tornaram-se vivas em nossa vida, Jesus tornou-se mais presente e real. O Homem velho estava morrendo e a vida da graça nascia com a impetuosidade de Pentecostes. Maria Santíssima passou a ser NOSSA RAINHA. Continuamos amando a Sociedade de São Vicente de Paulo, ainda mais. Mas ela se tornou pequena diante das maravilhas que o Espírito Santo queria fazer em nossa vida.

     Assim acontece com todo aquele que nasceu de novo, que foi batizado no Espírito Santo. Nasce uma sede imensa de ler a bíblia, de conhecer a Palavra de Deus e coisas que não sabíamos são reveladas durante a leitura. Surge também um desejo enorme de anunciar o evangelho, queremos que todos tenham a mesma experiência de amor, de arrependimento e de perdão. A Eucaristia torna-se o centro de nossa vida, não conseguimos mais viver sem a missa diária e a presença de Nossa Senhora torna se quase que visível, o rosário diário é fonte inesgotável do consolo de mãe. A confissão passa a ser mais constante, não conseguimos e não agüentamos mais viver no pecado, o Espírito Santo é o nosso diretor espiritual, doce hóspede da alma só pensamos em Deus, ficamos apaixonados pela vida dos  santos. Dá uma vontade doida de deixar tudo e ficar o dia inteiro rezando e meditando a bíblia – É A VIDA NOVA, O HOMEM NOVO, UM NOVO CAMINHAR NA FÉ, E VIVER A LIBERDADE DOS FILHOS DE DEUS .Certa vez fizemos o retiro do carnaval com o tema EFUSÃO DO ESPIRITO SANTO. É o que vou narrar na continuação desta bela história de amor – O RETIRO QUE MUDOU A NOSSA VIDA.

Kerygma Varginha

Clínica de reabilitação para dependentes químicos em Varginha-MG.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *